Anais do Seminário PIBID UESB/Campus de Itapetinga - ISSN 2526-9275, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A UNIVERSIDADE DE PORTA ABERTAS AOS ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL – RELATO DE UM ESTUDO DO MEIO

Lígia Brito Santos, Sara Viana Rocha, Luciano Neves Souza, Ennia Débora Brara Pires

Resumo


O presente trabalho nasceu das inquietações de discentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), bolsistas de Iniciação à Docência do PIDID, ao considerarem importante possibilitar aos alunos do Centro Educacional Ismael Cruz Lima conhecer o Campus da UESB, em Itapetinga, e algumas atividades desenvolvidas no ensino superior. A Escola se localiza em um bairro vizinho próximo à universidade e, ao mesmo tempo, tão longe dos alunos em termo de conhecimentos da realidade vivenciada no ambiente universitário. A partir dessa constatação surgiram alguns questionamentos: Qual o sentimento que causaria tal realidade nos alunos que a desconhecem? Essa realidade pode ou não mudar a perspectiva de futuro acadêmico do aluno? Objetivou-se também investigar o papel da aula de campo, segundo a metodologia do estudo do meio, como mecanismo facilitador no processo de ensino/aprendizagem. Para tanto, optamos pela realização de estudo do meio no Campus da UESB, em Itapetinga, por proporcionar um contato direto com a realidade estudada, através de uma visita orientada a diferentes espaços da universidade. O planejamento da atividade incluiu atividades que prepararam os alunos de duas classes (4º e 5º Ano) para a realização do estudo do meio de forma didática e prática, possibilitando uma experiência significativa e lúdica de aquisição de conhecimentos. Destacamos o potencial do uso de atividades especiais como o estudo do meio na prática pedagógica. Para a realização da atividade foi um utilizado um ônibus da UESB para o transporte das crianças. O ônibus chegou à escola às 13:30h e foi recebido pelos alunos com muita euforia em virtude da ansiedade e empolgação diante da possibilidade da aula ocorrer em ambiente diferente. Ao chegarem a Universidade os alunos manifestaram perplexidade diante da grandiosidade e diversidade de espaços e ambientes no Campus. Os alunos visitaram várias dependências do campus universitário e se mostraram curiosos fazendo inúmeros questionamentos. Acreditamos que cada questionamento e explicações recebidas dos sujeitos com os quais interagiram (professores, alunos e funcionários da instituição) tenham contribuído para que os alunos passassem a acreditar que o acesso à Universidade também é possível a eles e não somente às classes privilegiadas. O estudo do meio como uma proposta de metodologia pôde contribuir e muito para o crescimento do aluno, dando condições para se estabelecer relações com o ambiente. Este trabalho foi baseado no processo investigativo, baseado na observação, os resultados demonstraram que as aulas de campo e a metodologia utilizada favoreceram o processo ensino/aprendizagem, pois foi constatada a ampliação do conhecimento e do desenvolvimento da criticidade dos alunos acerca da temática apresentada levando os alunos a refletirem sobre o espaço estudado. Os alunos, que se mostraram confiantes e surpresos ao vislumbrarem a universidade como espaço acessível a eles, ao retornarem a sala de aula, manifestaram maior concentração nas aulas e uma curiosidade mais aguçada.

 

 

Palavras-chave: Alunos. Estudo do meio. Universidade.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.