Anais do Seminário PIBID UESB/Campus de Itapetinga - ISSN 2526-9275, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

FASES DO DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO HUMANO A PARTIR DE UMA PRÁTICA REALIZADA PELO PIBID

Silvia Souza Santos, Monara Silva Guimarães, Ianara Trindade Damasceno, Nádia Amorim Pereira, Obertal da Silva Almeida

Resumo


O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) foi criado com o objetivo de colaborar para a melhoria do ensino, proporcionando práticas docentes de caráter inovador e constituir uma ligação entre os ensinos superior e básico. Este trabalho discorre sobre uma das intervenções realizadas pelos bolsistas de iniciação a docência (ID) do PIBID no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, município de Itapetinga-BA, que teve o objetivo reproduzir as fases do desenvolvimento embrionário animal e observar as mudanças ocorridas em cada fase do desenvolvimento embrionário (mórula, blástula, gástrula e nêurula). A atividade foi realizada com as turmas do 2° ano do ensino médio, durante o primeiro semestre de 2016. Cada turma foi dividida em cinco grupos, os quais estiveram sob orientação da professora supervisora com o auxílio dos bolsistas de ID para confeccionarem um modelo didático. Tendo o livro didático como referência os bolsistas de ID explanaram um pouco sobre cada fase e distribuíram caixinhas de massa de modelar para que cada grupo reproduzisse as estruturas. Após reproduzirem as estruturas representativas das fases embrionárias, as mesmas foram expostas sobre a mesa do aluno: zigoto, mórula, blástula, gástrula e nêurula.  Durante a aplicação da prática foi notório a motivação e interesse dos alunos e a mesma foi interessante, pois auxiliou os alunos na aprendizagem e o professor no ensino do conteúdo desenvolvimento embrionário.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.