Anais do Seminário PIBID UESB/Campus de Itapetinga - ISSN 2526-9275, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O PIBID MEDIANDO A TEORIA E A PRÁTICA: O OLHAR DO LICENCIANDO

Luciano Neves Souza, Ennia Débora Braga Pires

Resumo


Este trabalho visa discutir como o Programa de Iniciação à Docência - PIBID tem possibilitado a mediação entre a teoria e a prática docente, buscando evidenciar a importância de ambas para o sucesso do processo ensino e aprendizagem. As considerações apresentadas partem das vivências e aprendizagens adquiridas como bolsista de iniciação à docência, onde a interação teoria e prática tem sido fundamental no processo. Assim, destaca como o PIBID possibilita a mediação entre teoria e a prática docente, bem como a reflexão constante sobre as vivências pedagógicas. Autores como ZABALA (1998), FREIRE (1998), FRANCO (2008), dentre outros, oferecem os subsídios teóricos para as reflexões e análises das vivências no contexto escolar e durante os momentos de estudos na universidade. A participação no PIBID tem possibilitado aos bolsistas de ID a visão da teoria sendo ressignificadas nas práticas desenvolvidas nas escolas. A esse respeito, vale salientar que o distanciamento entre a teoria e a prática pedagógica é questionamento corriqueiro entre os alunos de pedagogia, que, ao chegarem à sala de aula, não conseguem relacionar a teoria e prática. As reuniões de estudo no PIBID priorizam a discussão de temas relacionados à prática educativa vivenciada no contexto escolar, analisadas e problematizadas à luz do referencial teórico abordado no curso. Essa prática tem possibilitado aos bolsistas, futuros educadores, confrontar, ponderar, analisar e questionar até onde a teoria se complementa com a prática e vice-versa. A importância do PIBID na formação docente e sua contribuição nos espaços das escolas parceiras é um consenso apontado de forma exaustiva na bibliografia sobre o tema, assim como o seu impacto no processo formativo dos futuros licenciados(as) dos diversos cursos, nas mais variadas IES do país. O Educador, além de compreender as diversas realidades presentes no espaço educacional, deve também esforçar-se em tentar transformá-las, construindo um ambiente onde a pluralidade possa ser vista, reconhecida e respeitada. É assim que os bolsistas de iniciação à docência do Subprojeto Pedagogia – PIBID/UESB desenvolvem suas ações nas escolas em que atuam. O planejamento das intervenções didáticas contemplam atividades que se aproximam da realidade das crianças e adolescentes, fazendo com que os mesmo se reconheçam como sujeitos de suas aprendizagens e aprendam através da descoberta. Aprendemos que compete a nós, futuros docentes, estimular a curiosidade e indicar direções e não apresentar fórmulas prontas, respostas certas ou erradas. As reflexões de Franco (2008) sobre as mudanças na educação e as novas demandas sobre a atuação docente tem direcionado as reflexões e ações do grupo. Assim, compreendemos que o professor deve agir como um profissional crítico e criativo, pesquisador de sua prática, envolvido com questões político-sociais, na perspectiva de inclusão de toda diversidade cultural emergente, para concretizar os ideais de uma educação democrática, participativa e de qualidade. Nesse aspecto, é indiscutível a contribuição do PIBID ao suscitar a reflexão da prática à luz da teoria e o resignificado da teoria a partir das vivências no contexto escolar.

 

Palavras-chave: Pibid. Prática. Teoria.


 


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.