Anais do Seminário PIBID UESB/Campus de Itapetinga - ISSN 2526-9275, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

RELATO DE EXPERIÊNCIA: A RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA NO PIBID

JORSINAI ARGOLO SOUZA, Êmille Silva Cabral, Fabrícia Vieira Ribeiro

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar um relato de experiências proporcionadas pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID, subprojeto de Pedagogia, linha de ação Educação Infantil da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia- UESB, sob a coordenação da professora Jorsinai de Argolo Souza na escola parceira - Centro de Educação Infantil Professora Luiza Ferraz. O Subprojeto de Pedagogia, linha de ação Educação Infantil, está estruturado em dois momentos: encontros de formação na universidade que subsidia o segundo momento que, por sua vez, trata-se das ações desenvolvidas junto às escolas parceiras ao Subprojeto. Desse modo, o PIBID nos proporciona a possibilidade de podermos colocar a teoria aprendida na universidade em prática na sala de aula, pois um dos objetivos do programa é justamente contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes (FREIRE, 1996). Após as reuniões de formação do subprojeto, partimos para as observações, durante três semanas, para identificarmos as carências da sala onde iríamos aplicar a intervenção. Através das observações, percebemos uma dificuldade de concentração das crianças durante o desenvolvimento das atividades propostas, bem como dificuldades relativas à coordenação motora. Sendo assim, as intervenções foram realizadas a partir de atividades lúdicas (CUNHA, 2001) e envolviam colagem, pintura, jogos e brincadeiras: exercícios de coordenação motora (alinhavo), jogo do bingo dos nomes, confecção de um quebra- cabeça com as letras do nome de cada criança, construção de mural com palitos de acordo com o número correspondente de letras do nome de cada criança, dentre outras. Após as intervenções foi possível notar um avanço positivo na melhoria da concentração das crianças, bem como na coordenação motora, comprovando que as atividades lúdicas favorecem a motricidade e a criatividade através do prazer. Concluímos que o PIBID tem uma importância fundamental na formação acadêmica dos futuros docentes, pois nos proporciona a oportunidade de colocar em prática a teoria que aprendemos no curso de licenciatura, bem como estamos certas de que, como nos diz Freire (1996), não há docência sem discência, as duas se explicam, ou seja, nós ensinamos e também aprendemos com nossos alunos.
Palavras-chave: Formação docente. PIBID. Prática. Teoria.

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.