Anais do Seminário PIBID UESB/Campus de Itapetinga, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O BOLSISTA DO PIBID E SUAS APRENDIZAGENS

JORSINAI ARGOLO SOUZA, Leila Stolze Gomes, Joana Carolina Souza Martins

Resumo


O presente trabalho trata-se de um relato das experiências como bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID, subprojeto de Pedagogia, linha de ação da Educação Infantil, com o objetivo de apresentar vivências significativas na escola, a partir das intervenções com as crianças e, na universidade, durante os planejamentos e rodas de estudo com outros colegas bolsistas, supervisoras e coordenadora. Essas aprendizagens envolvem: o contato com o cotidiano escolar na educação infantil; a experiência com as crianças para observação e a preparação de uma intervenção pedagógica inovadora, lúdica; a metodologia direcionada ás necessidades específicas das turmas, considerando as diversidades em cada contexto individual; a troca de conhecimentos entre os professores atuantes da escola com os alunos do curso de Pedagogia e o conhecimento das políticas públicas para a educação infantil. Na escola, destacamos o momento do acolhimento, no início da aula, envolvendo todas as turmas e o momento literário em sala de aula. Aprendemos, durante o desenvolvimento dessas atividades, o quanto o professor precisa se atentar para a maneira como as crianças socializam entre si e sua cultura pessoal para então poder intervir de forma construtiva no desenvolvimento de cada uma, respeitando a diversidade, desconstruindo práticas que levam a exclusão seja por motivo de crenças, cor, etnia, gênero e classe social. Outro momento significativo foi a constatação da importância da observação para a prática do professor, pois indica o que precisa ser trabalhado com as crianças. Na nossa experiência, identificamos a necessidade de desenvolver atividades que contribuíssem na coordenação motora através de práticas e atividades que favorecessem a iniciativa e a criatividade das crianças, despertando o interesse pela escrita e pela criação de desenhos. Na universidade, nos momentos das reuniões de avaliação e estudos trocamos experiências, pesquisamos, estudamos obras de pesquisadores da área da Educação Infantil e salientamos a oportunidade de desenvolver um planejamento, através das sequencias didáticas. Comprovamos que o fato de saber o que fazer, para que fazer e como fazer contribui para que alcancemos resultados significativos no aprendizado das crianças. Após as vivências na escola e na universidade, estamos cientes da necessidade de ampliarmos nossos estudos e pesquisas no âmbito da educação infantil e evidenciamos que essa relação entre PIBID, escola parceira, supervisores, coordenadores e bolsistas promove o aprendizado dos futuros docentes, diminuindo equívocos na prática dos futuros docentes. Desta maneira é imprescindível que as políticas públicas em educação contribuam e reconheçam o trabalho em conjunto entre a escola da educação básica e a universidade.

Palavras-chave: Aprendizagem. Bolsista. Docência. PIBID.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.