Anais do Simpósio Cidades Médias e Pequenas da Bahia - ISSN 2358-5293, 2016: V SIMPÓSIO CIDADES MÉDIAS E PEQUENAS DA BAHIA

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

AS CIDADES PORTUÁRIAS DO RECÔNCAVO BAIANO: PAISAGEM CULTURAL E PATRIMÔNIO EDIFICADO

Luís Cláudio Requião da Silva

Resumo


O presente artigo trata da dimensão urbana do patrimônio e situa-se no âmbito da Geografia Histórica Urbana com a emergência de uma narrativa espacial regional a partir da análise da paisagem cultural e urbana de sete cidades históricas portuárias do Recôncavo Baiano, região situada no entorno da Baía de Todos os Santos, estado da Bahia, Brasil. Neste sentido, afirmamos que existiu uma produção simultânea dos territórios urbanos no processo de organização espacial das cidades de Jaguaripe, Cachoeira, São Francisco do Conde, Maragogipe, Santo Amaro, Nazaré e São Felix, detectado pela similaridade de padrões estéticos e estruturais de seus conjuntos arquitetônicos e urbanísticos e pela concomitância temporal na ereção dos mesmos, materializadas no patrimônio urbano, culminando no que denominamos de narrativa espacial regional.  Busca a compreensão dessa narrativa, foco do trabalho, nas escalas local e regional, articulada à socioeconomia, à história e à produção do urbano. O patrimônio edificado é reconhecido como elemento principal que caracteriza a cultural de natureza material, cuja expressão simbólica é multiescalar (local e regional) e se expressa na paisagem cultural/urbana das referidas cidades. Todas elas, atualmente, com menos de cem mil habitantes. O objetivo final é propor a salvaguarda da região do Recôncavo Baiano, através da indicação para obtenção do título de “Paisagem Cultural da Humanidade”, tendo como foco principal o respaldo histórico e simbólico do patrimônio edificado das referidas cidades no contexto de formação cultural e da identidade daquela região.

Texto Completo: PDF

ISSN online: 2358-5293

ISSN cd rom: 2176-5162

 

Periódico vinculado à Rede de Pesquisas Cidades Médias e Pequenas da Bahia (Rede CMP)