Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, Ano 13, nº22, jul/dez 2016 (publicação: 11/07/2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Da dizimação dos indígenas do Planalto da Conquista até os dias atuais: memória, identidade e ancestralidade da comunidade de Ribeirão dos Paneleiros

Adriano Pereira, Fabiana Rebouças, Fábio Damascena de Carvalho, Juliana de Oliveira Gonçalves

Resumo


 A herança indígena não sucumbiu no antigo Planalto da Conquista. Ainda existem comunidades herdeiras legítimas dos nativos dessas terras, que conseguiram, mesmo com o passar do tempo, preservar e manter intactos alguns costumes e tradições. Nessa perspectiva, o presente artigo busca mostrar as lutas pela legitimação das terras, os saberes e as tradições da comunidade quilombola Ribeirão dos Paneleiros. O estudo mostra que, com base na rede de transmissão oral formada nessa comunidade, é inegável a descendência indígena dos habitantes que ainda residem e resistem naquelas terras. Para tanto, realizou-se uma pesquisa em artigos científicos e em sítios de pesquisa, bem como a colheita de depoimentos dos moradores da comunidade Ribeirão do Paneleiro.

Texto Completo: PDF


 

Este periódico esta indexado nos seguintes repositórios:

Latindex     Sumários     Sumários        width=




                    ISSN (impresso): 1808-3102        ISSN (on-line): 2358-1212
                                           

                                                   Licença Creative Commons

 


                            UESB                                              Edições Uesb                                         IBICT