Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, Ano 13, nº22, jul/dez 2016 (publicação: 11/07/2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Internacionalização produtiva de empresas frigoríficas brasileiras: uma verificação da aplicabilidade do modelo de Uppsala à realidade brasileira contemporânea

Brisa Oliveira Moura

Resumo


 As empresas brasileiras iniciaram o processo de internacionalização relativamente atrasadas em relação aos demais países. Apenas a partir de 1995, as condições macroeconômicas tornaram-se mais favoráveis ao desenvolvimento desse processo, que tem se apresentado uma promissora estratégia de crescimento desde então. Em contrapartida, as principais teorias sobre internacionalização de empresas não levaram em consideração a realidade de países em desenvolvimento. Este trabalho analisa a recente internacionalização de três empresas frigoríficas brasileiras: Marfrig, JBS-Friboi e Minerva Foods. A finalidade é verificar se o comportamento delas está em consonância com os principais preceitos do modelo de Uppsala, originalmente formulado para explicar a internacionalização de empresas suíças. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e documental que, para atender ao objetivo, utilizou como principais fontes estudos de casos anteriormente realizados sobre as empresas e dados disponibilizados pelas próprias companhias. Este estudo constatou que o comportamento das três empresas em seus processos de internacionalização não contradiz as proposições do modelo de Uppsala, exceto nos casos em que contratempos na economia doméstica ou internacional exigem reações emergenciais para garantia do crescimento.

Texto Completo: PDF

http://periodicos.uesb.br/index.php/cadernosdeciencias
ISSN (impresso): 1808-3102
ISSN (on-line): 2358-1212

Revista indexada em:
1. Sumários de Revistas Brasileiras - http://www.sumarios.org/

2. LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

3. Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/IBICT) - http://seer.ibict.br/

4.GeoDados - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/