COLÓQUIO BAIANO TEMPOS, ESPAÇOS E REPRESENTAÇÕES: ABORDAGENS GEOGRÁFICAS E HISTÓRICAS --- ISSN 2359-1218, Vol. 1, No 1 (2013)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A CIDADE DE FEIRA DE SANTANA-BA: UMA NOVA (RE)CONFIGURAÇÃO ESPACIAL PROPORCIONADA A PARTIR DA EXPANSÃO COMERCIAL

Fábio Deraldo dos Santos,, Carine Fonseca Menezes Silva

Resumo


O município de Feira  de Santana está situado no agreste baiano, numa estreita de terra faixa situada entre a zona da mata e o sertão baiano. Assim o presente trabalho tem como principal objetivo analisar essa organização além de compreender a influência do comércio e da indústria como elementos chave na reconfiguração do espaço da cidade. Sendo necessária a realização de pesquisa bibliográfica e saída de campo, o que permitiu a compreensão dos processos que impulsionam a reconfiguração espacial da cidade.  Atualmente, Feira de  Santana é a segunda maior cidade da Bahia, com uma população de 556.642 habitantes de acordo com o último Censo (IBGE, 2010). Definida pela pesquisa REGIC  –Região de Influência das Cidades, como Capital Regional B (IBGE, 2008), o crescimento e expansão da cidade ocorre principalmente a partir do comércio, como sua principal atividade econômica. Apesar da importância da indústria é possível concluir que é atividade comercial a principal força econômica da cidade e que esta tem função importante na organização espacial da cidade.Palavras-chaves: Feira de Santana; comércio; indústria; reconfiguração espacial

Texto Completo: PDF