COLÓQUIO BAIANO TEMPOS, ESPAÇOS E REPRESENTAÇÕES: ABORDAGENS GEOGRÁFICAS E HISTÓRICAS --- ISSN 2359-1218, Vol. 1, No 1 (2013)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

UM OLHAR DO PASSADO DAS CIDADES DO SERTÃO ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA

Jackelina Pinheiro Meira Kern

Resumo


Este artigo, resultante da pesquisa desenvolvida no Mestrado em Desenho, Cultura e Interatividade no Departamento de Artes e Letras na Universidade Estadual de Feira de Santana, discorre sobre o registro da memória visual através da fotografia, relacionada ao ambiente urbano, especificamente em relação às fachadas das casas existentes nas cidades de Juazeiro/BA e Petrolina/PE, construídas entre o final do século XIX e a década de 30 do século XX e as histórias contadas através de memorialistas, moradores e historiadores. São residências que fazem parte da história de uma elite da região, ou seja, uma representação do poder local. Utiliza-se um percurso metodológico baseado na hermenêutica da profundidade orientada por THOMPSON em que as fotografias servem de artefatos para recorrer memórias acerca das pessoas que habitavam a casa, que vão emergir durante a tomada das histórias de vida. A partir deste referencial, analisamos as mudanças em relação às construções antigas, a força de trabalho, e a beleza das edificações, assim como, a destruição lenta e progressiva, como se denunciasse o movimento do tempo e da ação dos homens frente a um processo de pensar a identidade cultural dos moradores destas casas.Palavras-chave: Fotografia; Memória, História Oral.

Texto Completo: PDF