ODEERE, No 1 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Descolonizando telas: o FESPACO e os primeiros tempos do cinema africano

Janaina Oliveira

Resumo


Criado em 1969, o Festival Pan-africano de Cinema e Televisão de Ouagadougou, o Fespaco, é parte fundamental na história do cinema africano. Os elementos que compõem sua história têm servido a cineastas, curadores, pesquisadores e estudiosos da temática tanto como um termômetro de tendências cinematográficas quanto de direcionamento das políticas de cultura presentes dos caminhos do cinema continente. Mais ainda, sua história se conecta diretamente com os acontecimentos e debates no âmbito das políticas do continente. O presente artigo  apresenta alguns dos elementos que entrelaçam o desenvolvimento do cinema africano à história do Fespaco, no intuito de montar não só um panorama histórico do Festival mas também fornecer meios para a compreensão do cenário de desenvolvimento da produção de filmes na África.

Texto Completo: PDF

INDEXADORES: