Odeere (UESB), Vol. 2, No 4 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

TRAVESSIAS CLANDESTINAS: ENTRE AS FRONTEIRAS DA ESPERANçA

Ester Fátima Vargem Rodrigues, Acácio Sidinei Almeida Santos

Resumo


O artigo aborda a diáspora forçada de africanos ao Brasil por fatores econômicos, políticos, sócio cultural e psíquico, desencadeado por ações do FMI e Banco Mundial. O tratamento desumano que recebem, o crescente numero de crianças e adolescentes invisibilizados que sonham com um imaginário de vida melhor no Brasil, como o “pais do futebol”, e/ou uma passagem provisória para chegar ao primeiro mundo em países considerados de colonização europeia como EUA ou Canada. O artigo provoca reflexões sobre a força da historia sobre o psiquismo e saúde mental humana a partir do ideário de uma pedagogia colonialista que sustenta a hegemonia do mundo capitalista. 

Texto Completo: PDF

INDEXADORES: