Práxis Educacional, Vol. 13, No 25 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Nos bastidores de uma investigação científica educacional: reflexões e questionamentos metodológicos e intelectuais

Rosanna Barros

Resumo


Neste artigo partilhámos aspetos ontológicos, epistemológicos e metodológicos dos bastidores de uma jornada intensiva de estudo e pesquisa na área da educação de adultos realizada em Portugal, entre 2003 e 2009. Essa pesquisa assumiu a realidade socio-educacional como sendo complexa e plena de tensões e contradições, e obedeceu a um desenho qualitativo e a um cruzamento entre os paradigmas interpretativo-construtivista e crítico. Assim, explicitámos e refletimos acerca da estratégia metodológica de aproximação teórica e empírica ao campo de observação, bem como sobre o nosso caminho de aproximação ao real, dialogando com as respetivas opções e escolhas efetuadas. Estruturámos o texto considerando em primeiro lugar o nível paradigmático da investigação e sequencialmente, o seu nível técnico-processual. Retira-se, entre outras conclusões, que o domínio técnico-científico sobre as abordagens metodológicas de uma investigação educacional é um elemento-chave para a sua robustez e sucesso, mas ficará comprometido se se descurar a importância da autorreflexividade, dado que nas investigações qualitativas o investigador é a peça estruturante de todo o processo.

Palavras-chave: Metodologia qualitativa. Opções na Investigação educacional. Paradigmas. Métodos e Técnicas.

 


Texto Completo: PDF