Revista Extensão e Cidadania, v.2, n.4, jul./dez. 2014

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

É HORA DO SHOW: A CONDUTA DE PROFISSIONAIS DA TELEVISÃO DE ACORDO COM O CÓDIGO DE ÉTICA DO JORNALISTA E CÓDIGO PENAL BRASILEIRO

Alan Barbosa, Flávia Mota

Resumo


O artigo tem por objetivo abordar a conduta de profissionais da comunicação brasileira, tanto no âmbito regional quanto no nacional. No primeiro caso, tratase da reportagem “Chororô na delegacia: acusado de estupro alega inocência”, realizada  pela  repórter  Mirella  Cunha  do  programa Brasil Urgente Bahiada BAND Bahia, e no segundo caso é colocada em questão a análise do vídeo “Sê Tu Uma Benção”, feita pelo apresentador Carlos Massa em seu programa de entretenimento no SBT. Dessa maneira, procuramos identificar se as infrações cometidas podem ser enquadradas nos crimes de injúria, calúnia e difamação, mais  comumente  atribuídos  aos  profissionais  do  jornalismo  brasileiro,  tudo dentro das transgressões do Código Penal.
Palavras-chave: Televisão. Jornalismo. Sensacionalismo. Ética. Código Penal.

Texto Completo: PDF

INDEXADORES: