Anais da Semana do Administrador do Sudoeste da Bahia - ISSN 2358-6397, Vol. 3, No 1 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Gestão de Risco e Capital de Giro como Estratégia de Competitividade: um estudo acerca das percepções destes indicadores pelo ponto de vista de micro empresários.

Renata Cavalcante Silva Dantas Gama, Márcio Ceo dos Santos

Resumo


A cada ano em todo o país o número de empreendimentos de pequeno porte é crescente, contribuindo assim, para o Desenvolvimento Econômico Local. Porém o número de mortalidade destas empresas no primeiro ano de vida ainda é alto, chegando quase à metade. Neste sentido, o trabalho tem por objetivo verificar a percepção dos micros empresários acerca dos indicadores de gestão de risco e capital de giro como fator contribuinte e relevante para a sobrevivência das micro e pequenas empresas (MEPs), observando, para tanto, os diversos fatores que influenciam e contribuem positivamente para permanência e sobrevivência das empresas no mercado em que atuam. Quanto à metodologia, a pesquisa é do tipo exploratória com abordagem quali-quantitativo, a qual foram aplicadas entrevistas com questionamentos acerca da gestão financeira. A seleção da amostra obedeceu aos seguintes critérios de inclusão: CNPJ com enquadramento em MEP na região de Vitória da Conquista e cidades vizinhas e empresas que possuem gestão financeira direta ou indireta. O estudo tem um corte transversal e foram selecionadas 40 empresas no período de Setembro de 2015 até Janeiro de 2016. Conclui-se, a partir das percepções identificadas, que pode haver possibilidade na associação entre fechamento de empresas e desinformação acerca dos conceitos da gestão financeira por parte das MEPs.

Texto Completo: PDF