Anais da Semana do Administrador do Sudoeste da Bahia - ISSN 2358-6397, Vol. 3, No 1 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Fatores Influenciadores no Aumento da Rotatividade de Servidores Efetivos e Temporários: estudo de uma instituição pública

Beatriz Ferreira Lima, Márcio Ceo, Nadir Blatt

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar o grau de satisfação e comprometimento organizacional entre servidores contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA) e servidores efetivos de uma instituição pública quanto à satisfação e o comprometimento organizacional que precedem a intenção de sair da organização. O tipo de pesquisa utilizada foi exploratória descritiva, com abordagem quantitativa, buscando mensurar o grau de comprometimento com a organização, a satisfação, a motivação e intenção de sair da organização. Utilizou-se como base teórica autores como como Costa (2001), Tavera, (2010), Kunkel (2005), Ferreira (2005), Eckert (2011), Silva (2013), Agapito (2015) e Sá (2014). Os resultados foram analisados a partir da avaliação sistemática dos construtos: satisfação, comprometimento organizacional e intenção de sair, demonstrando que há uma relação significativa entre a variável satisfação no trabalho e comprometimento organizacional, e entre as duas variáveis citadas e a variável intenção de sair, sendo esta relação notável tanto para o grupo I (REDA) quanto para o Grupo II (efetivos). Quanto à correlação feita neste trabalho dos três itens, que mensuram a rotatividade com os doze itens que mensuram a satisfação no trabalho e o comprometimento organizacional percebe-se que tanto a satisfação quanto o comprometimento são antecedentes da intenção de sair e que estes são mais notáveis no Grupo I, dos colaboradores REDA.

Texto Completo: PDF