Anais da Semana do Administrador do Sudoeste da Bahia - ISSN 2358-6397, Vol. 3, No 1 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Eficiência e Eficácia Organizacional: a aplicabilidade das funções administrativas em casa de apoio a dependentes químicos em Barra do Choça – Ba.

Rafael Viana Farias, Thatyane Queiroz Sousa, Eliane Teixeira Assunção

Resumo


Este artigo tem como objetivo identificar como são aplicadas as funções administrativas na Comunidade Terapêutica Fazenda Vida e Esperança - COTEFAVE. Para isto foi necessário estudar o que é gestão social e quais são as funções da administração e o seu papel no gerenciamento das organizações. Gestão social é o gerir para o bem-estar da comunidade, para o suprimento das necessidades dos grupos sociais, uma das características principais da gestão social é que essa forma de gestão busca o bem coletivo e tem pouca ou quase nenhuma influência política partidária em suas decisões. Ao estudar as funções da administração (técnicas, contábeis, de segurança, financeira, comercial, e administrativas), criadas por Henri Fayol, um dos idealizadores da Teoria Clássica da Administração, observa-se que estas funções orientam o gerenciamento de uma empresa. A natureza da pesquisa foi do tipo teórico, empírica e de campo. Para a coleta de dados foi utilizada abordagem qualitativa por meio do roteiro de entrevista semi-estruturada. O universo da pesquisa foi representado pela COTEFAVE, no que se refere ao sujeito, optou-se pelos gestores da organização respaldada pela amostragem por conveniência. Após a transcrição e análise das entrevistas os resultados foram confrontados com o marco teórico. Constatou-se que as funções administrativas não são aplicadas de forma adequada dentro da COTEFAVE, ou seja, os gestores não têm pleno conhecimento sobre estas funções, o que dificulta uma melhor condução dos processos administrativos.

Texto Completo: PDF