Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

ÁCIDO ABSCÍSICO NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE FEIJÃO-CAUPI

Caian Campos Oliveira, Renan Thiago Carneiro Nunes, Aderson Costa Araujo Neto, Luan Santos de Oliveira, Aldo Tanajura Menezes, Otoniel Magalhães Morais

Resumo


Fitohormônios são usados como agentes para controle de muitas fases do desenvolvimento e da dormência de sementes. Assim, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de doses crescentes de ácido abscísico (ABA) na germinação de sementes de feijão-caupi da cultivar BRS Novaera. Para tanto, realizouse o teste padrão de germinação, no qual as sementes foram semeadas em papel Germitest® umedecido com soluções de ABA nas concentrações de 0,0; 5,0 10,0; 15,0 e 20,0 mg L-1 . O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em quatro repetições de 50 sementes por tratamento. Foram avaliados a porcentagem de germinação e o índice de velocidade de germinação (IVG). O ácido abscísico colocado no meio germinativo promove redução e atraso na germinação de sementes de feijão-caupi da cultivar BRS Novaera, com efeitos mais drásticos nas concentrações a partir de 15,0 mg L-1 de ABA.

Texto Completo: PDF