Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

AVALIAÇÃO DO VIGOR DAS SEMENTES DE Handroanthus chrysotrichus (Mart. ex A. DC.) Mattos

Mateus Tinôco Silva, Welluma Teixeira Barros, Kaike Mesquita Gonçalves, Arlete da Silva Bandeira, Otoniel Magalhães Morais

Resumo


O estudo para se obter o ponto de maturação ideal de frutos é uma ferramenta indispensável quando se deseja utilizar as sementes para comercialização ou para produção de mudas. Handroanthus chrysotrichus (ipê-amarelo) é uma espécie florestal nativa, de médio porte e de madeira moderadamente densa que se distribui desde a Bahia até Santa Catarina. Este trabalho teve como objetivo identificar a melhor época de colheita dos frutos no que se refere à maturidade fisiológica das sementes da espécie estudada. A maturação dos frutos foi acompanhada em oito árvores e as coletas foram realizadas periodicamente para que fosse realizada a análise comparativa das sementes. No teste de avaliação de plântulas, os comprimentos da raiz e da parte aérea, nas três últimas colheitas, não apresentaram diferenças significativas entre si, e nas colheitas iniciais, não houve germinação das sementes. Os lotes colhidos na quinta e última colheita apresentaram menores quantidades de lixiviados de potássio, em relação às demais colheitas, não diferindo entre si. As sementes até a quarta colheita mostraram-se imaturas com alto teor de água e não germinaram, enquanto sementes da última colheita apresentaram maior porcentagem germinação. Observou-se que as sementes da sétima colheita apresentaram melhor qualidade fisiológica que os lotes das demais colheitas.

Texto Completo: PDF