Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS) - ISSN 2526-8406, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

BIOMETRIA DE SEMENTES DE MULUNGU EM FUNÇÃO DA COLORAÇÃO

Sávio de Oliveira Ribeiro, Tamires da Silva Felipe Blesa, Fabrício Vieira Dutra, Bruno Santos Frota, Adriana Dias Cardoso, Otoniel Magalhães Morais

Resumo


O mulungu é uma espécie arbórea nativa de médio porte, sendo comum no Nordeste, usado em arborização. A biometria de sementes fornece informações para a conservação e exploração da espécie, constituindo um instrumento importante para detectar a variabilidade genética dentro de populações, e as relações com fatores ambientais. O objetivo foi caracterizar biometricamente sementes de mulungu de coloração diferente (vermelho escuro e vermelho alaranjado).O estudofoi conduzido no Laboratório de Tecnologia e Produção de Sementes da UESB.As sementes foram coletadas de doze matrizes distribuídas aleatoriamente e no laboratório foram separadas pela coloração em vermelho escuro e vermelho alaranjado, escolhendo sementes que estivessem íntegras e maduras e sem danos. As características avaliadas foram: comprimento longitudinal, a largura e a espessura das sementes.Observou-se diferença morfológica das sementes mulungu coletadas em Vitória da Conquista para todas as características avaliadas, sendo as sementes de coloração vermelha alaranjada com maior tamanho. Há necessidade de continuação da pesquisa visando analisar a qualidade fisiológicas dessas sementes.

Texto Completo: PDF

ISSN 2526-8406