Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

BIOMETRIA DE SEMENTES DE UMBUZEIRO PROVENIENTES DA REGIÃO SUDOESTE DA BAHIA

Adriana Dias Cardoso, Fabrício Vieira Dutra, Mariana Costa Rampazzo, Genilson Lima Santos, Willian Santos do Vale, Otoniel Magalhães Morais

Resumo


Espécies tropicais, como o umbuzeiro, apresentam grande variabilidade em relação ao tamanho de suas sementes nos frutos, sendo assim, estudos biométricos podem ser utilizados para determinar matrizes com maior produtividade e fornecer subsídios para o uso sustentável da espécie. Desse modo, objetivou-se, com este trabalho, caracterizar biometricamente sementes de umbu coletadas no município de Anagé e Belo Campo, Bahia. O trabalho foi conduzido na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, em março de 2016. Foram coletadas, manualmente, sementes maduras de umbu na copa de árvores matrizes, localizadas no município de Anagé e Belo Campo, Bahia. Após a coleta, selecionaram-se sementes sadias, inteiras e sem deformação. Os dados foram submetidos à Análise de Variância e, posteriormente, as médias foram comparadas pelo teste F, ao nível de 5% de probabilidade. As sementes de Spondias tuberosas coletadas no município de Belo Campo apresentaram maiores dimensões em suas características biométricas.

Texto Completo: PDF