Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS) - ISSN 2526-8406, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CRESCIMENTO INICIAL DE CLONES DE Eucalyptus NO SUDOESTE DA BAHIA

Jamily da Silva Fernandes, Patrícia Anjos Bittencourt Barreto-Garcia, Valdemiro Conceição Júnior, Anelita de Jesus Rocha

Resumo


O estudo teve por objetivo avaliar o crescimento inicial em campo de seis clones de eucalipto, tendo como testemunha o Eucalyptus urophylla produzido por semente e tradicionalmente utilizado no sudoeste da Bahia. O experimento foi desenvolvido na fazenda Baixão, localizada no distrito de Pradoso, no município de Vitória da Conquista, localizado na região sudoeste do Estado da Bahia. O plantio foi estabelecido em espaçamento 3m x 4m, adotando-se delineamento experimental em blocos casualizados (DBC), com sete tratamentos e três repetições, totalizando 21 parcelas. As plantas foram monitoradas por meio de mensurações mensais do diâmetro do colo e altura até o nono mês após o plantio. Os dados obtidos foram ajustados a modelos de regressão não-linear utilizando-se o programa estatístico SigmaPlot®. Em relação ao ritmo de crescimento em diâmetro, nenhum dos clones superou o E. urophylla, que obteve o melhor desempenho. No que diz respeito à altura, o clone VM058 se destacou nos últimos meses, assemelhando-se apenas ao E. urophylla. Dentre os clones estudados, o VM058 se destacou, apresentando maior crescimento até os seis meses de idade, com resultados muito próximos aos obtidos pelo E. urophylla produzido por semente.

Texto Completo: PDF

ISSN 2526-8406