Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CRESCIMENTO INICIAL DE PLÂNTULAS DE GIRASSOL SOB DIFERENTES NÍVEIS DE SALINIDADE

Aderson Costa Araújo Neto, Renan Thiago Carneiro Nunes, Ubiratan Oliveira Souza, Anne Juciely Vieira Barbosa, Caian Campos Oliveira, Otoniel Magalhães Morais

Resumo


A condição de estresse salino durante a fase de germinação afeta a emergência das plântulas no campo e, consequentemente, o estande das plantas e o desenvolvimento vegetativo das culturas. Assim, objetivou-se avaliar os efeitos do estresse salino induzido por diferentes condutividades elétricas das soluções de cloreto de sódio (NaCl) e cloreto de cálcio (CaCl2) no crescimento inicial de plântulas de girassol da cultivar Catissol. O trabalho foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 2 x 6, com quatro repetições, sendo o primeiro fator constituído pelos sais e o segundo pelos níveis de salinidade: 0,0; 2,5; 5,0; 7,5; 10,0 e 12,5 dS m-1. Na avaliação do efeito dos tratamentos analisou-se o comprimento e massa seca de plântulas. O crescimento de plântulas de girassol é afetado negativamente pelo estresse salino, com efeitos mais severos quando induzido por CaCl2, formando plântulas menos vigorosas.  

Texto Completo: PDF