Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

GLYPHOSATE NO CONTROLE DE BRACHIARIA DECUMBENS

Carolina Pucci de Moraes, Bruna Barboza Marchesi, Ivana Paula Ferraz Santos de Brito, Leandro Tropaldi, Caio Antonio Carbonari, Edivaldo Domingues Velini

Resumo


O trabalho teve por objetivo avaliar a eficácia do herbicida glyphosate no controle de plantas de B. decumbens. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado com seis repetições e nove doses do herbicida glyphosate (0; 22,5; 45; 90; 180; 360; 720; 1440 e 2880 g e.a. ha-1), com posterior determinação da curva de dose-resposta. Os tratamentos foram aplicados aos 30 dias após a semeadura (DAS) utilizando um pulverizador estacionário. No dia da aplicação, realizou-se a coleta de oito plantas de vasos sem aplicação para a determinação da biomassa inicial do experimento. Foram realizadas avaliações de fitointoxicação aos 0, 7, 14 e 21 dias após a aplicação (DAA), além da coleta de oito plantas por vaso de cada tratamento para determinação de massa seca. O controle das plantas de B. decumbens foi satisfatório (80 % de controle) em doses acima de 45 g e.a. ha-1 de glyphosate. As doses de 22,5 e 45 g e.a. ha-1 de glyphosate reduziram o crescimento das plantas.

Texto Completo: PDF