Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS) - ISSN 2526-8406, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

MORFOLOGIADE CAFEEIROS SOMBREADOS COM ÀRVORES DE CEDRO-AUSTRALIANO

Rodrigo Malheiro Santos, Luanna Fernandes Pereira, Vinícius Galindo da Silva Leite, Paula Acácia Silva Ramos, Ednilson Carvalho Teixeira, Sylvana Naomi Matsumoto

Resumo


O trabalho teve como objetivo verificar através de respostas morfológicas, a plasticidade fenotípica de cafeeiros cv. Catucaí amarelo, arborizado com cedro-australiano, sob diferentes níveis de sombreamento no município de Barra do Choça, BA.O experimento foi delineado com parcelas constituídas por cinco plantas, em espaçamento 3,3 x 0,5 m para o café. O cedro-australiano (Toonaciliata M. Roem), foi implantado em renques ao lado das fileiras do café, com espaçamento de 18,5 x 3m. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, constituído por cinco blocos e cinco tratamentos, compostos de cafés distanciados da primeira linha do renque com cedros, formando os seguintes níveis/locais de sombreamento: 3,3 m (T1), 6,6 m (T2), 9,9 m (T3), 13,2m (T4), e 16,5 m (T5). Foramavaliados altura e diâmetro do caule do cafeeiro. Os dados foram submetidos à análise de variância da regressão, através do software SAEG (SAEG, 2007). A arborização proporcionada por árvores de cedro-australiano influencia diretamente características morfológicas em cafeeiro. Os cafés com maior altura e diâmetro do cauleforam verificados quando submetidos aos níveis de maior incidência de luz.

Texto Completo: PDF

ISSN 2526-8406