Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS) - ISSN 2526-8406, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

POTENCIAL GENOTÓXICO EM AMOSTRAS DE ÁGUA DO RIO PARDO (ITAPETINGA / BA) PELO TESTE Allium cepa L.

Maicon dos Santos da Silva, Tatiane Santos Carvalho, Rosane Baleeiro Santos, Eliane Mariza Dortas Maffei, Bárbara Dantas Fontes Soares

Resumo


O rio Pardo nasce no município de Rio Pardo, estado de Minas Gerais e conclui seu curso no município de Canavieiras no Estado da Bahia. Resíduos orgânicos e industriais são depositados de forma desenfreada em fluxos d’água, trazendo assim preocupações acerca da qualidade de suas águas. Desse modo, o presente trabalho tem por objetivo avaliar o potencial genotóxico de amostras de água do Rio Pardo na região de Itapetinga-BA, utilizando Allium cepa como bioindicador. Como material de estudo, utilizou-se 9 bulbos de A. cepa  homogêneos. Os resultados para análise da água foram obtidos no laboratório de Química do Solo da UESB, sendo o teste de micronúcleos efetuado no Laboratório de Citogenética da mesma Instituição. Por meio dos resultados do teste de micronúcleos e do teste químico para avaliação da qualidade da água, podese concluir que o rio Pardo, no trecho que corresponde à localidade de Itapetinga, apresenta boas condições de uso, não apresentando índice de contaminação de acordo com estes testes.

Texto Completo: PDF

ISSN 2526-8406