Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS) - ISSN 2526-8406, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS NO RIO CATOLÉ GRANDE – BA

Nicole Lopes Bento, Jhones da Silva Amorim, Natália Andrade Silvão, Flávia Mariani Barros, Danilo Paulúcio Silva

Resumo


Diante do atual debate em torno da crise hídrica enfrentada pelo Brasil é importante realização de estudos referentes às causas e fatores que influenciam neste cenário. Dentre esses fatores destaca-se a erosão que, ao desprender partículas e carreá-las aos recursos hídricos, influencia o aumento da concentração de sedimentos causando assoreamento e reduzindo volume de água. Com a realização deste estudo objetivou-se quantificar a concentração de sólidos, produção de sedimentos e verificar a correlação entre vazão e produção de sedimentos na bacia do rio Catolé Grande. Para tanto foram realizadas campanhas de coletas de água mensais no período de junho a novembro de 2015 com a finalidade de obter dados de vazão e concentração de sedimentos. Posteriormente foram realizados cálculos da descarga de sedimentos e coeficiente de Pearson. Houve relação diretamente proporcional entre a produção de sedimentos e vazão. A curva chave traçada correlacionando as variáveis de vazão e produção de sedimentos permitiu encontrar um valor considerável do coeficiente de Pearson igual a 0,9431, o que permite obtenção de dados de descarga de sedimentos direto pelo uso da equação encontrada, com bons níveis de aceitabilidade.

Texto Completo: PDF

ISSN 2526-8406