Anais da Semana de Agronomia da UESB (SEAGRUS), Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE FEIJÃO CARIOQUINHA COMERCIALIZADAS NA FEIRA LIVRE DE VITÓRIA DA CONQUISTA BAHIA

Jecilene Silva de Jesus, Ana Paula da Silva Barros, Thamires Francisca de Jesus, Wesley Gil Oliveira Silva, Daniela Gonçalves Morais, Danielle Suene de Jesus Nolasco

Resumo


O presente estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a qualidade fisiológica de sementes de feijão carioca obtidas na feira livre de Vitória da Conquista. Para tanto realizaram-se testes de germinação e vigor sendo eles o de germinação propriamente dito, condutividade elétrica, envelhecimento acelerado, peso de mil sementes e teor de água e porcentagem de emergência. A porcentagem de germinação encontrada (86%) se enquadrava dento do padrão para a comercialização, contudo apresentou baixa porcentagem de emergência em campo (59%). Quando submetidas ao teste de envelhecimento acelerado, houve uma queda do vigor, com pouco poder germinativo e alta umidade. Em relação à condutividade elétrica as mesmas apresentaram 96,69 µS.cm-1.g-1, e teor de umidade de 13,3% de água na semente. As sementes de feijão Carioca comercializada na feira livre de Vitória da Conquista não apresentam qualidade fisiológica satisfatória para serem vendidas como sementes. A emergência em campo é baixa, demostrando um baixo vigor destas sementes e alta condutividade elétrica, caracterizando-as como um lote de baixo vigor fisiológico.

Texto Completo: PDF