Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CAPOEIRA: A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Adjinan Mayara da Silva Araújo, Tatiane Trindade Machado, Cássia Paloma Porto Silva, Lucas Betrão Batista

Resumo


O presente artigo trata-se de um relato de experiência de dois estágios supervisionados, na educação infantil, estágio 1, e no fundamental II, estágio 3. Foi trabalhada a temática capoeira, visto que este tema está inserido na educação física dentro da cultura corporal. O objetivo do trabalho é relatar as possibilidades de ensinar capoeira dentro da Educação Física Escolar, um conteúdo que é tido como patrimônio cultural e imaterial da humanidade, de suma importância para educação brasileira. Apesar de serem poucas intervenções foi possível desenvolver um trabalho pedagógico com a capoeira, sob uma visão de que o aluno deve entender o contexto histórico que permeia a capoeira, assim como entender seus aspectos como luta, claramente as formas de se trabalhar tais objetivos se modifica de acordo com a faixa etária do alunado. Dessa maneira algumas estratégias utilizadas na metodologia se valeram dos jogos como meio para o processo de ensino aprendizagem. O campo de estágio se torna uma ótima oportunidade de experiências metodológicas, trazendo consigo um retorno significativo, seja ele positivo ou negativo, servindo para aprimorar a metodologia ou modificá-la. A teoria escolhida para embasar os estágios se vale da teoria Histórico-crítica de Dermeval Saviani e o método da práxis social.

Palavras chave: Capoeira. Educação Física. Estágio.


Texto Completo: PDF