Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A CONSTITUIÇÃO DOS PERFIS IDENTITÁRIOS DO PROFISSIONAL DOCENTE NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS DE (DES) CENTRALIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO

André Luiz Prates Coelho

Resumo


Este artigo objetivou discorrer sobre a constituição dos perfis identitários do profissional docente, elencados por Dubar(2005), dentro do contexto das políticas de (des)centralização na gestão da educação, considerando que, a partir deste período, constantes transformações ocorreram no mundo, afetando de forma marcante o cotidiano do professor. O autor, a partir deste estudo,  buscou compreender questões, desde a escolha da profissão, passando pela formação inicial e continuada; como as formas identitárias se articulam frente às crises que têm sido atravessadas, nas últimas décadas, no contexto sócio-econômico do país; de que modo o professor lida com as novas exigências educacionais, suscitado rearranjos no seu papel social. Após análise dos dados, identidade bloqueada foi o perfil que mais se aproximou da realidade das docentes entrevistadas, uma vez as mesmas declararem que executam tarefas de maneira repetida e sem perspectiva de mudança, mesmo considerando que, ao longo das suas vidas, poderá haver alguma ação que direcione assuas trajetórias para um cenário de realização profissional e emancipação.

Palavras - chave: Perfil identitário. Descentralização. Educação. Identidade bloqueada.


Texto Completo: PDF