Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CONCEPÇÕES ACERCA DOS PROCESSOS DE CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ÉTNICA NEGRA

Claudia Souza Santos, João Diógenes Ferreira dos Santos

Resumo


Ao investigarmos o conceito de identidade, nos deparamos com diversas concepções de construção dos processos identitários, pois, a identidade como tal, a luz da sociologia, é subjetiva. Os argumentos da sociologia são de que a identidade é construída e constantemente reformulada a partir das relações sociais dos indivíduos. No conceito etnia observamos a especificidade da identidade étnica negra no Brasil, que apesar de ser um tema já bastante debatido, ainda cabe discussões especificas e pertinentes sobre o que é a identificação étnica. Este artigo busca apresentar uma discussão sobre algumas concepções que discutem os processos de construção da identidade subjetiva do sujeito. Tendo por maior interesse a revisão teórica sobre o processo de construção da identidade étnica negra no Brasil. Buscaremos tecer um diálogo sobre a questão da implementação das Leis 10.639 e 11.645/08 que estabeleceram as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Não é de interesse deste artigo, esgotar as discussões acerca do tema, tão pouco, emitir valores sobre o material analisado.  Tentaremos compreender a partir das concepções sociológicas o fenômeno de identificação étnica negra, tendo em vista fundamentar teoricamente a análise aqui apresentada, considerando posições psicológicas e biológicas relacionadas a identidade subjetiva e a etnicidade negra no Brasil, assim como as nuances que fomentam este processo.

Palavras-chave: Etnia. Identidade. Negro.

 


Texto Completo: PDF