Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O PLANEJAMENTO COMO ATO POLÍTICO E PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO BÁSICA: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE CACULÉ-BA

Deissy Luzia Alves Nogueira, Eliane Duarte de Almeida, Maria Madalena Rodrigues Pereira, Vanusa Rocha da Silva

Resumo


O presente trabalho aborda a relevância do planejamento escolar, bem como, os caminhos metodológicos percorridos, a escuta sensível dos colegas professores da educação básica, apresenta algumas reflexões com o objetivo de discutir o planejamento como ato político através da pesquisa-ação de cunho qualitativo, fundamentado nos autores Gandin (2007), Vasconcellos (2000) e Libâneo (1994, 2005).  Além disso, discute sobre planejamento coletivo, participação democrática no Projeto Político Pedagógico e, em específico, a análise de informações obtidas a partir da prática em sala de aula, tendo em vista a necessidade de discutir e desconstruir paradigmas relacionados ao planejamento escolar, ação-reflexão e reflexão-ação. Como resultados, os estudos apontam que, na escola pesquisada, os professores reconhecem a importância do planejamento e procuram utilizá-lo no seu cotidiano em busca da melhoria educacional.

Palavras- Chave: Ato Político. Planejamento. Prática Pedagógica.


Texto Completo: PDF