Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

UMA ANÁLISE FEMINISTA E PÓS-COLONIAL DAS CONQUISTAS FEMININAS DAS MULHERES DO CAMPO ENTRE OS ANOS 2003 E 2010

Igor Tairone Ramos dos Santos

Resumo


O presente relatório se trata de um recorte de uma pesquisa realizada durante um ano junto ao Departamento de Relações Internacionais da UFPB. Tal pesquisa foca nos avanços sociais das mulheres do campo no Brasil entre 2003 e 2010, e como movimentos sociais, com foco na Via Campesina, ajudaram no empoderamento das mulheres residentes no campo, com atenção aos avanços educacionais. A corrente teórica que apoiou o artigo é o Pós-Colonialismo, bem como o Feminismo Pós-Colonial, por conta das abordagens que levam em consideração uma perspectiva diferente de se analisar a teoria e os sujeitos focos do estudo, lidando principalmente com termos como a representação. Os dados e informações analisados foram tirados de relatórios oficiais, artigos e monografias de estudiosos que discorreram sobre o tema, tanto deste relatório quanto dos artigos produzidos. O artigo foi desenvolvido tendo como método principal de realização, a revisão de literatura base sobre o tema, principalmente para elaboração do viés teórico, além disso, coletou dados de relatórios oficiais descritivos de Organizações Internacionais como a ONU. É importante dizer que o presente relatório traz uma reflexão teórico-analítica a respeito dos avanços femininos obtidos no Brasil no tempo proposto acima.

Palavras-chave: Feminismo. Pós-colonialismo. Representatividade.

 


Texto Completo: PDF