Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O PAPEL DO PROFESSOR NAS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM: INTERFACES EDUCACIONAIS

Pilar de Moraes Sidi

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discutir as relações estabelecidas entre ensino e aprendizagem e o papel do professor como mediador do conhecimento. Trata-se de uma reflexão teórica cuja metodologia utilizada é a revisão de literatura. Propõe-se como fio condutor do trabalho o seguinte questionamento: Como o docente influencia no processo de ensino e de aprendizagem? Discorrendo sobre a temática, podemos dizer que, a dualidade: aluno (aquele que aprende) e professor (aquele que ensina), são elementos fundamentais para que a aprendizagem ocorra. Neste contexto, não podemos deixar de destacar que muitos fatores estão imbricados nestas relações de ensino e aprendizagem, tais como: o local onde a aprendizagem ocorre, os fatores físicos, mentais, emocionais e pessoais, tanto do aluno quanto do professor. Dentro de uma concepção tradicional, quem realiza o papel principal para que a aprendizagem se efetue é o professor. Para fundamentar a reflexão sobre ensino e aprendizagem, ocuparam destaque na argumentação: Paulo Freire (1983), Sacristán e Gomez (2007), Mizukami (1986), Gardner (1983), entre outros. Os resultados do trabalho apontam que, a aprendizagem é uma construção na qual o professor ocupa um papel fundamental, tendo como suas atribuições inspirar os alunos, compartilhando e refletindo sobre o que foi ensinado, sendo, ao mesmo tempo, quem ensina e quem aprende, contribuindo para a formação do aluno e também para a sua própria formação. Para que ele obtenha êxito, é necessário que possua uma formação profissional adequada e que estimule o pensamento crítico

Palavras-chave: Ensino. Aprendizagem.  Professor.


Texto Completo: PDF