Seminário Nacional e Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional, No 6 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

HERMENÊUTICA EM ATOS DE CURRÍCULO E POLÍTICAS DE SENTIDO

Sandra Suely de Oliveira Souza

Resumo


Este artigo é resultado da tese de doutorado inserida na linha de pesquisa em Currículo e (In)formação com a intenção de  investigar a tessitura da reforma curricular do curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Jequié com vista a interpretar o acontecimento. Para o estudo optei pela hermenêutica fenomenológica de Paul Ricoeur tendo como fio condutor as narrativas em torno da política de sentido desenhada na trama. Nesse sentido, a pesquisa seguiu pela abordagem qualitativa e com isso, fiz o entrecruzamento do conceito de reconhecimento com o conceito de atos de currículo para interpretar a ação curricular pelo viés filosófico e ontológico. Importante destacar que o desfecho da reforma curricular se configurou num cenário onde plasmaram comportamentos, sentimentos e posicionamentos entre os sujeitos, marcado por uma política de sentido em atos de currículo marcado por conflitos pessoais, articulações, contradições e disputas.

Palavras-chave: Memória. Hermenêutica. Reconhecimento


Texto Completo: PDF